VAGAS LIMITADAS!

Estimulação cerebral por intermédio de luz e som

Estimulação cerebral por intermédio de luz e som

A medida do tempo entre o surgimento de um estímulo e o momento de iniciação de uma resposta correspondente é denominado tempo de reação (TR) ou resposta. O TR é composto de duas partes neurais distintas: a primeira parte, como uma função de natureza bio-estrutural e a segunda, como um fator orgânico de correspondência bio-operacional que pode ser melhorado por meio de treinamento específico (Silva et al., 2008). O tempo de reação é um fator que pode ser decisivo para melhora do desempenho no Jiu-Jítsu, Submission Wrestling, Grappling e no Vale-Tudo. Desenvolver no lutador a habilidade de perceber, interpretar e agir corretamente ao estímulo em menor tempo possível pode representar trunfo importante na estratégia de ação do atleta.

A melhora decorrente do treinamento de velocidade de reação, mesmo que a longo prazo é notória, motivando a persistência no treinamento (Silva et al., 2008). Contudo, a necessidade de resultados imediatos, estimula a procura de formas alternativas que possam ter efeito similar ou superior à do treinamento específico para a velocidade de reação visando ganhos esportivos. A velocidade de reação é predisposta geneticamente, mas é possível melhorá-la pelo treinamento e essa melhora pode atingir em torno de 15%. Silva et al.(2008), demonstrou que a estimulação cerebral pode ser uma possível opção. A estimulação do cérebro por meio de luz e som tem como objetivo produzir mudanças dos padrões corticais ou ritmos (do encéfalo), incutindo melhora no rendimento em tarefas especiais ou no dia-a-dia social humano. Silva et al. (2008), conduziram estudo para verificar o efeito agudo da estimulação cerebral no tempo de reação motora. No estudo havia 10 atletas de modalidade de combate presente nos Jogos Olímpicos (Taekwondo), que emprega dentre as suas técnicas, combinações de socos e chutes. Para o processo de estimulação foi utilizado um aparelho eletrônico computadorizado denominado Orion (Brain Machine). Ao ser comparado o desempenho dos atletas desse estudo entre situações pré e pós-estimulação, foi observado que, ao receber a estimulação, o grupo reduziu significativamente o seu tempo de reação em uma tarefa absolutamente igual. Concluiu-se que a estimulação manipulada por meio de luz e som possui efeitos positivos relacionados à aprendizagem e desempenho esportivo, além de poder ser utilizado como meio agudo de intervenção na melhora do tempo de reação motora de lutadores.

Leandro Paiva

Quer aprender mais? Clique Aqui

Referência

Silva et al. Efeito agudo da estimulação cerebral, através de luz e som, no tempo de reação motora de jovens atletas. Disponível em: Revista Digital - Buenos Aires - Año 13 - N° 120 - Mayo de 2008

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...