VAGAS LIMITADAS!

A Ciência aplicada às Artes Marciais: Lyoto Machida x Maurício Shogun

A Ciência aplicada às Artes Marciais: Lyoto Machida x Maurício Shogun.

Há poucas horas de um dos combates mais esperados do UFC 104, entre o baiano radicado no Pará, Lyoto Machida, e o curitibano Maurício Shogun, além dos tradicionais comentários de treinadores e atletas, referente à parte técnica da luta, o Prof. Leandro Paiva, autor do livro “Pronto Pra Guerra”, formulou sua opinião sobre o resultado desse combate, baseado na ciência aplicada às artes marciais. Segue a análise:

Em primeiro lugar, apesar de algumas explicações serem baseadas em aspectos técnicos, não vou realizar comentários referentes à parte técnica, pois creio que foge à proposta dessa análise. Em segundo, vou apresentar os dados baseados em estudos científicos prévios, análises estatísticas dos dois lutadores e da observação da maioria de suas lutas, mas não de toda carreira. No final, a escolha (ou adivinhação) de quem será o campeão caberá ao leitor, pois faltando poucas horas para o combate, o que menos desejo é tornar público qualquer tipo de análise que possa influenciar negativamente os córners ou os lutadores, caso leiam os dados. Só mais uma coisa: no final, tudo é muito subjetivo, pois o resultado de uma luta é influenciado por diversos fatores (psicológicos, alimentares, táticos, físicos, etc.). Além disso, não se pode traduzir um ser humano apenas por análises e números. De fato, o resultado mesmo só se sabe quando termina o combate. Até chegar essa hora, muita coisa pode ocorrer... Escolhi os seguintes tópicos para comparar os dois lutadores:

Estrutura técnico-tática


Analisando as lutas anteriores de Shogun, percebemos que ele pode ser classificado, por ordem de importância, como um lutador Striker (predominância de golpes traumáticos como socos, chutes, etc.); Grappler (predominância de técnicas de solo); Wrestler (técnicas de projeções). Já Machida, é um lutador Striker, Wrestler e Grappler. Ressalto que não há um estilo ou combinação de estilos que seja o diferencial. O que vale é o atleta: quantas ações realiza no combate e se são efetivas. Baseado nas estatísticas de lutas anteriores (fightmetric.com), nesse quesito, observamos que Lyoto está em melhor condição que Shogun.

Peso, idade e envergadura


Shogun costuma sofrer mais do que Lyoto para baixar o peso e a redução de massa corporal costuma influenciar negativamente a performance quando as lutas se prolongam para os últimos rounds, pois a perda de peso afeta parte da condição aeróbia do lutador; entretanto, aparentemente, se a perda não for grande e haver tempo suficiente entre a pesagem e a hora da luta (acima de 5 horas) pode não influenciar, principalmente, nos rounds iniciais. Lyoto tem 31 anos, enquanto Shogun tem 27 (faz 28 em novembro deste ano). Apesar de Lyoto já ter vencido lutadores mais jovens diversas vezes, nesse quesito, vantagem para Shogun: diversos estudos indicaram que atletas mais velhos tem mais dificuldade de recuperação dos treinamentos e lesões. Outra vantagem dele se preferir a luta na longa distância: Shogun tem mais envergadura que Lyoto (193 cm contra 188 cm de Machida).

Lateralidade


Aqui Lyoto leva vantagem: é canhoto (Lateralidade esquerda). Em diversos estudos realizados com elevado número de atletas de Judô e Boxe, verificou-se que os lutadores canhotos perdem os combates, em média, 50% menos do que os destros (Lateralidade direita). Este fato é atribuído às ações técnico-táticas imprevistas dos canhotos. Enquanto os lutadores canhotos frequentemente são acostumados a lutar com destros, o inverso não ocorre, pois somente de 8-15% da população em geral é “canhota”. Somado a isso, em outro estudo, observou-se que o deslocamento predominante no Octagon (8 lados) é diagonal e não em linhas retas como nos ringues (4 lados). Ao observarmos as lutas anteriores de Lyoto, verificamos que essa forma de deslocamento é amplamente utilizada por ele, que somado às suas ações do “lado” esquerdo, aumentam a imprevisibilidade de seu jogo. Shogun, possivelmente em função de sua transição dos ringues para o octagon ser mais recente, tende a realizar mais deslocamentos em linha. No entanto, uma de suas características mais ressaltadas pelos adversários e treinadores é a versatilidade, ou seja, a capacidade de se adaptar e modificar rapidamente sua sequência de golpes ou troca de posições.

Preparação Física


Aparentemente, pelo fato de retornar depois de longo período sem poder treinar adequadamente, Shogun apresentou falhas relacionadas ao componente cardio-respiratório. Passou a impressão de que após 7-8 minutos de luta, não consegue manter o mesmo ritmo que Lyoto costuma se apresentar e isso pode ser problema se ainda não corrigiu essa deficiência, no caso de a luta ultrapassar 3 rounds. Com relação à potência, podemos observar duas situações diferentes. Aparentemente, Shogun não é tão veloz que Lyoto; contudo é mais forte, tem mais Punch. Já Lyoto, compensa a diferença a menos de “pegada” com uma velocidade incrível e pontaria (ou coordenação) mão-olho inigualável. Vale lembrar que Potência é uma qualidade física que depende basicamente de outras duas: Força e Velocidade.

Preparação Psicológica


Nesse quesito os dois praticamente se igualam. Em diversas entrevistas que concedeu, Lyoto afirmou que, dentre outras técnicas de preparo psicológico ensinadas pelo seu pai, realiza Treinamento Mental ou Visualização (visualiza mentalmente o golpe, a sequência de golpes ou a luta num todo antes de entrar para competir). Em pesquisa realizada com atletas de Karatê, foi observado que a visualização do golpe antes de executá-lo, aumentava a velocidade desse golpe, quando comparado a realização dele sem o uso de Visualização prévia. Já Shogun, disse em entrevistas que ativa sentimento ideal para performance, ou seja, aproximando bons pensamentos, se imaginando já vitorioso, comemorando. Em estudos realizados com lutadores, verificou-se que os perdedores reportaram sentimento ou pensamento negativo antes do combate e isso afetou a maneira com que lutaram.

Leandro Paiva

Um comentário:

  1. massa cara.. uma boa análise, mais acho que da Lyoto nessa luta.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...