VAGAS LIMITADAS!

Estrangulamento no Jiu-Jitsu



Estrangulamento pode causar dano cerebral permanente? Existe algum período exato em que isso ocorre? Um estudo prévio foi realizado com 6 lutadores para testar o estrangulamento frontal "de/da gola" (juji-jime).

A pesquisa foi realizada para investigar possíveis alterações eletroencefalográficas induzidas por asfixia em função de técnica de estrangulamento utilizada no Jiu-Jítsu e Judô (Shime-waza), por meio de análise espectral e mapeamento cerebral. Para tal, os pesquisadores utilizaram um aparelho denominado popularmente de eletroencefalograma. Vale ressaltar que eletroencefalograma (EEG) é uma técnica de exame cerebral, realizada por meio da colocação de eletrodos na pele da cabeça do paciente, os quais são conectados a um poderoso amplificador de corrente elétrica. Esse amplificador aumenta a amplitude do sinal elétrico gerado pelo cérebro milhares de vezes.

Resultados: Os pesquisadores verificaram mudanças significativas por intermédio de eletroencefalografia. Essas mudanças foram mais relevantes dentro de um período de até 20 segundos após a asfixia, o que foi realizado em um tempo médio de asfixia, de 8 segundos. Em nenhum dos atletas, a asfixia provocou sintomas neuropsicológicos agudos ou permanentes. No entanto, a análise espectral revelou alterações subclínicas da função cerebral.

Leandro Paiva

Referência: Rau, R.; Raschka, C.; Brunner, K.; Banzer, W. Spectral analysis of electroencephalography changes after choking in judo (juji-jime). Medicine & Science in Sports & Exercise, v.30, n.9, p.1356-1362, 1998.

Observação: No livro Pronto Pra Guerra, apresentei panorama completo sobre os efeitos dos golpes de estrangulamento baseado em diversas publicações atualizadas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...