VAGAS LIMITADAS!

Mercado Milionário: Evolução dos Games de MMA


O aumento de popularidade do MMA se refletiu nos videogames com a chegada da série UFC Undisputed, revelação do gênero de esporte no ano passado. Apesar de reinar absoluto nos ringues virtuais, UFC Undisputed 2010, da THQ, precisa provar o motivo de ainda ser o campeão, pois a desafiante Electronic Arts, que lançará um game de MMA, promete uma boa briga.

Para defender o título, UFC 2010 deu o passo mais importante: refinar a mecânica de combates do seu antecessor. Juntar tantas artes marciais em um só sistema não é tarefa fácil, e o game consegue fazê-lo de forma que descobrir as táticas de luta e aperfeiçoar as estratégias para golpear o oponente sejam, por si só, tarefas divertidas e recompensadoras, principalmente para quem já é veterano nas lutas.

Agora, se você for um novato no octógono, prepare-se para suar muito. UFC 2010 é um jogo denso, com diversos movimentos de luta a serem assimilados e nenhum parâmetro de comparação com outros títulos. A jogabilidade parece intuitiva no começo, com botões assimilados aos membros do corpo, mas conseguir desferir os golpes que você quer e se defender apropriadamente em lutas no chão, por exemplo, exige aprendizado. É necessário dar uma passada no tutorial, que é longo e dá uma ideia da complexidade dos controles.

Independentemente do nível de cada combatente virtual, o game passa muito bem o clima do UFC. Nos eventos, as lutas têm o mesmo jeito de show televisivo, com direto aos replays, comentários e provocações dos lutadores. UFC 2010 aumentou de 41 para 100 o número de atletas em relação ao antecessor. Para quem já é familiarizado, todos os nomes conhecidos do esporte estão lá, como o atual campeão dos pesos-pesados Brock Lesnar e o brasileiro Anderson Silva, detentor do título mundial peso-médio do UFC. A versão do game para Playstation 3 possui três lutadores exclusivos, um deles o veterano brasileiro Royce Gracie.

Se você não os conhece, fica difícil saber quais são suas especialidades, pois o jogo não mostra isso. De todo jeito, o modo de criação dos lutadores é repleto de opções para deixar o seu combatente do jeito que você quer. O game ajuda a definir suas artes marciais com nove estilos pré-definidos, mas você pode personalizá-los. Se você não quiser utilizar um dos movimentos-padrão de cada modelo, é possível trocá-los por pontos. Eles podem ser gastos em golpes que você deseje utilizar.

O modo carreira é um dos pontos altos do game. Nele, você pode criar seu próprio lutador e conduzi-lo ao estrelato, começando com lutas em eventos amadores e treinando em diversas academias para aprender novos golpes. Ao alcançar o UFC, você também participa das provocações que antecedem as lutas, e pode escolher que respostas dar para a imprensa sobre o seu adversário. Uma hora, tudo isso se repete a ponto de ficar chato, mas ainda assim o trabalho de ambientação é mais do que satisfatório. Isso, claro, sem esquecer dos gráficos, que transmitem bem o impacto dos golpes.

Clãs

Como em qualquer jogo de luta, a graça dos combates aumenta quando seu oponente é uma pessoa, e não o computador. No UFC 2010, as lutas on-line suprem essa necessidade de encontrar um adversário e você ainda pode se associar a um clã de lutadores, no novo modo Fight Camp. As vitórias de cada integrante são somadas ao placar do time. Você também pode utilizar seu lutador criado no modo carreira para treinar contra outras pessoas.

A parte ruim do multiplayer é a necessidade de ter um código único e intransferível para jogar on-line. Quem comprou uma versão usada ou pegou o jogo emprestado com um amigo não entra no ringue virtual, a não ser que pague mais US$ 5 em um código novo, à venda nas redes Playstation Network e Xbox Live.

Ao melhorar a já boa jogabilidade de seu antecessor, UFC Undisputed 2010 se sai bem na defesa do título de campeão. O game precisa de mais variedade no modo carreira, mas está no rumo certo ao apostar no realismo e fazer o jogador se sentir como um lutador no principal evento de MMA do mundo.

UFC UNDISPUTED 2010

Produção: THQ

Desenvolvimento: Yuke’s

Distribuição no Brasil: NC Games

Plataformas: Playstation 3, Xbox 360 e PC

Número de jogadores: 1 (single-player); 2 (multiplayer)

Preço: R$ 229,90

Referência: http://thq.com/uk/game/screenshots/5717/1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...