VAGAS LIMITADAS!

Lutadoras são mais ansiosas do que os lutadores?





Um estudo foi realizado com o objetivo de identificar os níveis de ansiedade-traço pré-competitiva de atletas de modalidade de combate e analisar a interferência de algumas variáveis nos referidos níveis. O mais impressionante foi que as atletas femininas, aparentemente, foram mais ansiosas do que os lutadores.

Metodologia utilizada

Participaram 122 judocas, sendo 65 atletas do sexo masculino e 57 do sexo feminino. O instrumento de medida utilizado foi o "Sport Competition Anxiety Test" - SCAT, cuja classificação é dada em escores, sendo: de 10 a 12 pontos, ansiedade baixa; de 13 a 16 pontos, média baixa; de 17 a 23 pontos, média; de 24 a 27 pontos, média alta e acima de 28 pontos, ansiedade alta.

Resultados:

Os 122 judocas apresentaram média de idade de 21 anos e média de tempo de prática de 9 anos. Em relação à ansiedade, 9 atletas caracterizam-se por apresentar ansiedade média baixa, 58 ansiedade média, 37 ansiedade média alta e 18 ansiedade alta. No que diz respeito à colocação obtida nos jogos, 6 obteram o primeiro lugar; 6 o segundo lugar; 18 o terceiro lugar e os demais (92) não foram medalhistas. No que concerne à idade, obteve-se associação significativa com a ansiedade, isto é, quanto maior a idade menos ansiosos os judocas se mostraram. Em relação ao sexo, verificou-se associação significativa, confirmando que as mulheres judocas participantes deste estudo possuem índices ansiogênicos mais elevados do que os índices encontrados no sexo masculino.

Conclusões:

Com base nos resultados, conclui-se que: o nível de ansiedade traço pré-competitiva foi considerado médio, mesmo que alguns judocas tenham apresentado o nível máximo proposto pelo protocolo; as mulheres judocas mostraram-se mais ansiosas que os homens; a ansiedade dos judocas participantes dos jogos tem associação com a idade, ou seja, quanto maior a idade menos ansiosos os judocas se mostraram; parece que os níveis de ansiedade traço pré-competitiva apresentados pelos judocas nos jogos, não foram influenciados pelo tempo de prática.


Leandro Paiva


Referência:

Detanico, D. Variáveis Influenciando e Sendo Influenciadas Pela Ansiedade-traço Pré-competitiva: Um Estudo com Judocas. Apresentado na 57ª Reunião Anual da SBPC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...