VAGAS LIMITADAS!

Novo estudo com o UFC





No livro Pronto Pra Guerra, apresentamos informações sobre a possibilidade de o público poder interferir nas regras dos eventos esportivos de MMA.

Pois bem, em estudo recente, além disso, tentaram responder a seguinte questão: qual o impacto causado por um reality show do UFC (no caso, o TUF) para o esporte e a marca UFC no Brasil?

O I-Group monitorou a marca UFC nas redes sociais em dois períodos – cinco dias antes da estreia do programa na Rede Globo e cinco dias depois. Dentre as redes sociais, todas foram englobadas: Twitter, Facebook, blogosfera, Yahoo Respostas, Orkut, Youtube, FlickR e, além disso, ambientes menores de fóruns de discussão dispersos pela Web.

A primeira conclusão foi de que o UFC já era uma marca de proporções enormes no Brasil. Nos cinco dias que antecederam a estreia do programa, 26.664 menções foram realizadas nas mídias sociais.

Essas menções relacionavam-se a diversos aspectos da marca, destacando lutas e lutadores, mas já mostravam também os efeitos da estratégia da Rede Globo para promover o reality: o lutador mais citado na rede foi “Wallace Mu” – personagem da novela Fina Estampa que acabaria na véspera do lançamento do TUF.

Nos cinco dias após a estreia do TUF registraram 51.261 menções nas redes sociais.

A força do TUF gerou mobilização nas redes equivalente ao registrado nas eleições presidenciais brasileiras e superior ao do tsunami japonês.

Mais abaixo poderá acessar o estudo completo.


Leandro Paiva



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...