VAGAS LIMITADAS!

Arquitetura e história do Kung Fu atraem visitantes à China



Um número crescente de estrangeiros peregrinam e vivem em escolas de Kung Fu nas montanhas chinesas de Wudangshan, berço do taoísmo, cuja fama aumentou nos últimos anos graças ao cinema, pois o local foi um dos cenários principais de "O Tigre e o Dragão".

O encantamento com Wudangshan, situada na província de Hubei, na China, e declarada Patrimônio da Humanidade em 1994, acontece não só por suas paisagens naturais, mas também por sua história, por ser um dos lugares de surgimento do taoísmo e das artes marciais.

Conta a lenda que foi em Wudangshan que o imperador Zhen Wu, conhecido entre os taoístas como "o lutador perfeito", desenvolveu as artes marciais, alcançando depois a imortalidade e se transformando no deus da montanha.

A magia das artes marciais de Wudangshan também se liga ao monge Zhang Sanfeng, que aparentemente após observar em seus sonhos como uma serpente resultou vitoriosa após brigar com uma ave, inventou o tai chi chuan, arte que trabalha a força interior.

Wudangshan é também um antigo e complexo conjunto arquitetônico formado por nove palácios, 36 mosteiros, 72 templos e numerosas pontes, residências e ermidas, tudo isso construído desde meados da dinastia Tang (618-907) até a dinastia Qing (1368-1644).

A beleza arquitetônica e sua tradição em artes marciais e filosóficas são as principais razões pelas quais muitas pessoas se dirigem à montanha.

Hoje, mais de dois milhões de pessoas visitam Wudangshan anualmente, vindas de todas as partes do mundo, interessadas em admirar suas paisagens, escalar suas montanhas (a mais alta tem 1.612 metros de altura) e conhecer as ervas medicinais locais e a literatura taoísta.

Fonte: www.jornalfloripa.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...