VAGAS LIMITADAS!

Grupo de estudos sobre MMA trabalha business de artes marciais com sucesso




Rotina dura de treinos físicos, técnicos e, por fim, é claro, as lutas. A vida dos irmãos lutadores Rodrigo e Rogério Nogueira já parecia ter desafios suficientes. Mas eles não se deram por satisfeitos e resolveram empreender. Depois de fundarem um centro de treinamentos particular, o interesse do público em geral cresceu e foi inevitável atender à nova demanda.

Então, além da equipe de lutadores profissionais, a Team Nogueira, havia agora uma academia aberta ao público. Como toda novidade, a vida de empreendedor impôs alguns obstáculos tão ou mais duros do que enfrentar adversários casca-grossa no octagon.

Na arena, aliás, a coisa não era tão complicada, porque o ringue não tem mistérios para os Nogueira. Mas eles tateavam no escuro quando o assunto era a gestão dos negócios. Acompanhado de Eric Lobão, empresário com 20 anos de experiência no mundo fitness, Rogério foi até Washington, nos Estados Unidos e procurou um grupo de estudos para negócios no ramo.

“Participamos de três encontros da MMA School Millionaires, um grupo fechado de estudos sobre MMA que trabalha conceitos do business de escolas de artes marciais há algum tempo, todas com sucesso”, relata Lobão.

Esta “maçonaria” do MMA, como brinca Lobão, mostrou a importância, por exemplo, de dividir os profissionais de marketing e gestão em duas equipes independentes: uma para cuidar da academia e outra para administrar os cerca de 60 lutadores profissionais do Team Nogueira.

“Juntei o que os americanos tinham pra oferecer de bom com o expertise que tenho do mundo business. Se chegou a um modelo de gestão e tratamento das ferramentas gerenciais que ninguém tem nesse mercado”, orgulha-se Lobão.

Sob a influência dos mais bem sucedidos executivos do mundo das lutas na atualidade, Lobão e os irmãos Nogueira entenderam que precisavam do que há de melhor. O sistema de informática é o mesmo das principais academias do ramo e conecta o controle financeiro ao cadastro de alunos.

Dali saem as informações que norteiam a equipe de telemarketing, que faz um acompanhamento do aluno e entra em contato para renovar matrícula, dar as boas-vindas ou saber por que não tem frequentado as aulas, por exemplo.

Franquias

O próximo round é a expansão da academia, por meio de franquias. No entanto, a franqueadora não será a própria academia dos Nogueira, por uma questão literalmente simples. “A empresa franqueadora não pode estar no SIMPLES Nacional, mas a academia sim. Então montamos uma empresa nova”, conta Eric.

O investimento não é revelado, mas ele explica que foi baixo, voltado principalmente à imagem do Team Nogueira e do MMA como esporte.

“A procura já existe, só vamos fechar os contratos e investir nos encontros com franqueados, oferecendo ‘aulões’ e palestras com os lutadores profissionais. Vamos mandar os irmãos para eventos dentro das academias”, revela.

Fonte: http://www.amanha.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...